Qua, 01 de Outubro de 2014

Vídeo em Destaque

ÁLBUM DE FOTOS

Enquetes

Qual é o livro da bíblia mais díficil de compreender?
 

Blog Pastoral

Seja um intercessor

Indique a IANV

Indique o Site da NV12 para os seus amigos.

Já leu sua Bíblia Hoje

Usuários Online

Nós temos 7 visitantes online
Templates Joomla 1.5

“A santidade está ligada ao caráter e respeito”, diz Marcela Taís

Natural de Três Lagoas (MS), Marcela Taís, 26 anos, nasceu em um lar com fortes influências musicais. Além de ministros de louvor, os pais exercem o ministério pastoral na igreja que frequenta. Com tantas boas influências da família, ela não esconde o amor que sente por Deus e sua satisfação pelo louvor.

Depois de ter passado por uma maratona de entrevistas para vários veículos de comunicação, a meiga e doce Marcela reservou um momento para falar com a equipe do Lagoinha.com sobre um tema que tem mexido com a cabeça da juventude: santidade. Ela é a autora da música oficial do movimento “Eu Escolhi Esperar”, que tem mobilizado milhares de pessoas a fazer uma escolha difícil: aguardar no Senhor pelo tempo certo e a pessoa certa. “Se Deus preparou o momento ideal, devemos estar sujeitos a esse tempo. Porque a obediência traz bênçãos, se é tão difícil com Deus imagina sem Ele”, conta. Já deu para perceber que vale a pena conferir o que  Marcela Taís tem para falar sobre santidade.
O que é santidade para você em atitudes?

Marcela Taís: Acredito que não há nenhum caráter que a atitude não revele. E mesmo sendo cristãos, às vezes, temos falhas. Creio que Jesus nos deixou o exemplo de caráter para ser seguido. O caráter nesse ponto para mim é o que vale. Quando a gente fala do “Eu Escolhi Esperar”, as pessoas sempre levam para o lado sexual, e olhando por este aspecto, temos que realmente esperar porque é como uma folha de papel. Se você coloca uma cola entre duas folhas e espera secar, quando você tira uma das partes, sai vários pedaços uma na outra. Então Deus nos fez templo do Espírito Santo e essa santidade tem que ser preservada em nós no sentido de nos cuidar, nos respeitar como templo do Espírito Santo. A Santidade está ligada a caráter e a respeito.

Você escolheu esperar? Compartilhe com os internautas sobre sua experiência pessoal a respeito desse assunto.

Marcela Taís: Sim, escolhi esperar desde muito nova. Quando era adolescente, não lembro a data exata dessa decisão, mas a minha mãe foi uma peça chave, porque ela casou virgem e trouxe esse princípio para minha vida. Então, quando entendi que esperando em Deus estaria debaixo da proteção Dele, no sentido de receber todas as bênçãos que estariam reservadas para mim, ou seja, fazendo a minha parte, Deus estaria cuidando de mim. Vou me casar em março e continuo esperando. Quando a gente se ama, não é uma decisão fácil, porém é necessária quando você entende que é o melhor de Deus. Esse “esperar” preserva o relacionamento de muitas mazelas. Muitas pessoas não sabem, mas vários problemas acontecem justamente através do sexo. É necessário o conhecimento não apenas do seu corpo, mas da alma da pessoa, o caráter e os anseios. Tanto meninas quanto meninos, deveriam pensar nisso. Tem o momento certo para que aconteça tudo na nossa vida. Não somos donos da nossa vida. Se Deus preparou o momento certo, devemos estar sujeitos á esse tempo. Porque a obediência traz bênçãos, se é tão difícil com Deus imagina sem Ele. Se firmar nessa determinação, pessoalmente, foi à melhor decisão da minha vida.

A canção que leva o mesmo nome do movimento “Eu Escolhi Esperar” tem boa aceitação dos adolescentes e jovens cristãos. Fale sobre a oportunidade de fazer parte dessa campanha revolucionária em prol da santidade, principalmente numa sociedade liberal.

Marcela Taís: Em uma época que as meninas estão vendendo a virgindade através da internet, realmente não é fácil, e não é um tema que passaria barato. Claro que houve muita crítica, mas foi bom, pois tornou a canção popular. É como aquele ditado “falem mal, falem bem, mas falem de mim”. Acreditamos que teriam mais críticas negativas, porém descobrimos que realmente as pessoas são românticas. Podem passar gerações, mas as pessoas continuam acreditando no amor para a vida inteira, porque é isso que todos desejam. Então foi maravilhosa a resposta, vimos que através do movimento várias pessoas se sentiram fortificadas. Surgiram pessoas que estavam no íntimo com essa decisão, mas não expunham isso publicamente, contudo se sentiram mais a vontade de fortificar a escolha e a opinião das outras pessoas também.

Por meio dessa canção, você recebeu algum testemunho que te marcou?

Marcela Taís: Vários! Todos os dias chegam testemunhos na minha caixa de e-mail. Quando vejo meus olhos enchem de lágrimas e meu coração “pula” de alegria. O último foi muito forte, porque estávamos em um show e uma mãe com duas filhas pequenas chegou chorando com um cheque na mão e disse assim: “Eu quero ofertar na sua vida o buquê de rosas, para seu casamento”, e então fiquei muito surpresa. Por fim, ela disse: “A partir do momento que ouvi aquela música, embora casada, o meu casamento que antes estava a beira de um divórcio foi renovado e nos sentimos inspirados a renová-lo.”.

Compartilhe os projetos que o Senhor tem direcionado ao seu coração?

Marcela Taís: Deus tem colocado no meu coração, um projeto voltado para meninas. Inclusive já realizamos algumas noites especiais com algumas, onde tratamos sobre esperar, sexualidade e santidade. Também falamos sobre valorização e identidade em Deus e isso tem sido algo novo agora. Já trabalhava como a “noite do pijama”, com algumas meninas da nossa igreja. Agora isso tomou uma proporção maior e sinto que Deus tem me direcionado bastante para isso.

Compartilhe um versículo que resuma o seu ministério.

Marcela Taís: “E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria”. Coríntios 13:2

Deixe uma mensagem incentivando  adolescentes e jovens a viver uma vida de santidade.

Marcela Taís: Uma vez a minha mãe me disse assim: “Se desgaste na obra de Deus, que o resto Deus fará por você”. A gente pode correr atrás de muita coisa, realizar muitos feitos, como estudar, descobrir os nossos talentos e trabalhar muito, porém não podemos esquecer que Deus tem um propósito para cada um. Aqueles que descobrem esse propósito creio que são pessoas que se sentem mais realizadas na vida, porque o ser humano é metade corpo e metade Espírito e o Espírito precisa encontrar o seu caminho. Os adolescentes embora sejam novos e muitos os chamem de “aborrecentes”, devem buscar em Deus sabedoria. Para aqueles que estão sendo agraciados por este dom, não sejam levados pelo vento, mas sejam orientados pelo Espírito Santo com muita sabedoria para que mesmo com tão pouca idade confundam os sábios. Deus pode usar muito os adolescentes da nossa geração!
: Mariana Soares e Stephanie Zanandrais
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. / Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player

Powered by RS Web Solutions